Aniversariante faz pedido inusitado no facebook e amigos surpeendem

Foto: Pixabay.

Desde que me entendo por gente, aniversário é dia de ganhar presente. Não pesquisei a origem desse hábito mas acredito que hoje, serve para representar o quanto gostamos da pessoa que está aniversariando (uma homenagem bem superficial, convenhamos, porque a gente demonstra que gosta mesmo é com atitudes no cotidiano), mas enfim, o presente também tem seu valor quando dado de coração.

A questão é que a maioria das pessoas (pelo menos das que conheço) adora receber presentes e recentemente um evento no Facebook me chamou a atenção sobre isso. Uma colega do trabalho avisava que iria completar 24 anos de vida e estava pedindo presentes… mas que não eram para ela.

Leia a mensagem de convite:

“Em mais um ano venho aqui pedir presentes de aniversário. Ano passado eu pedi o sangue de vocês, mas esse ano prometo não demandar tanto. Quando Bela trocou de lugar com o pai dela no castelo da Fera, ela tinha à disposição uma biblioteca. Nem todo mundo que não tem ou está longe de casa pode recorrer aos livros para fugir da realidade, muitas vezes dura. A Casa de Acolhimento (…) atende crianças de 0 a 17 anos em situação de abandono ou vítimas de maus tratos e violência sexual.

Então, esse ano peço mundos a vocês. Contos de fadas, fantasias, heróis e heroínas, príncipes e princesas, animais falantes. Peço, esse ano, livros infantis e infanto-juvenis e gibis em bom estado para doar à casa de acolhimento, para levar um alento a esses jovens que, ainda tão novos, passam por tanto na vida.

Como entregar: podem me entregar (no trabalho), na minha casa, marcar comigo em algum lugar ou entregar a alguém que possa me dar, até o fim deste mês.”

Dos 338 convidados no evento do Facebook, em torno de 30 pessoas contribuíram com a aniversariante, que esperava reunir uma média de 50 livros e gibis, no entanto, teve que dividir as doações entre duas instituições, devido ao elevado número de presentes que recebeu: 775 no total.

Além da casa de acolhimento, a jovem ainda conseguiu ajudar uma creche para crianças carentes, mantida pela instituição espírita Seara de Deus, que fica na cidade de Paulista/PE.

Confira a postagem de agradecimento:

“Eu adoro super-herói, por isso filmes e séries com eles sempre são meus favoritos. Acho que isso também inclui o fato de que eles salvam o mundo, que é uma coisa bem difícil de fazer. Então, por esses dias, vocês foram meus super-heróis. As doações de livros superaram demais minhas expectativas. Foram 775 itens, entre gibis, livros e revistinhas. Eu jamais imaginava ter mais de 50. A meta foi alcançada, dobrada, alcançada novamente! Com tanta coisa, dividi entre a casa de acolhimento e uma creche. A realidade dessas crianças é dura, principalmente as da casa de acolhimento. Chegar lá e vê-los abrindo os livros e gibis para ler logo foi indescritível. Vocês podem não ser kriptonianos ou ter levado um raio durante a explosão de um acelerador de partículas, mas com certeza são super-heróis! 775 vezes obrigada!”

Histórias assim, nos mostram uma pequena parte do muito que podemos fazer para contribuir com a construção de uma sociedade melhor. Inspire-se.

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *